Abcred divulga resultados do 1º semestre de 2022

Um levantamento feito com 29 instituições associadas que participaram da pesquisa da Abcred – Associação Brasileira de Entidades Operadoras de Microcrédito e Microfinanças apresenta dados atualizados de como o mercado de microcrédito se comportou neste primeiro semestre de 2022.

Durante o período foram feitas 74.900 operações, com ticket médio de R$ 5.716, totalizando R$ 431,6 milhões de valor liberado. E em relação ao primeiro semestre de 2021 houve um aumento de 14% da Carteira Ativa. O ticket médio também evoluiu, passando de R$ 5.133 em 2021 para R$ 5.716.

Os produtos que tiveram maior demanda foram microcrédito produtivo, seguido de crédito habitacional ou para reforma. Quando analisado por setor, 47,8% do valor total foram destinados a comércios e 38,3% a serviços, seguidos por indústria 9,4%, rural 3,3% e 1,2% para outros segmentos.

São mais de 136 mil clientes ativos (o que representa um aumento de 5% quando comparado com o mesmo semestre de 2021) e as regiões do Brasil com maior volume de créditos liberados foram a Sul (55%) e Nordeste (39%). Deste total, 62,31% dos clientes são informais.

Segundo Isabel Baggio, presidente da Instituição. “Os indicadores acima demostram que além dos pequenos negócios, existem também outras necessidades de serviços financeiros pelas famílias destes empreendedores relacionadas à saúde, segurança e bem-estar como os créditos para habitação, reforma, saneamento básico, energia solar entre outros.

O crescimento de 14% é significativo em relação ao ano de 2021, e se comparado ao PIB de 3% no mesmo período, tendo em vista que os nossos clientes foram os mais prejudicados pela pandemia com o “fique em casa” e agora estão gradativamente retomando as suas atividades.”

A expectativa projetada para o setor é de um R$ 1 bilhão até o final de 2022, declarou a Presidente. Confira os resultados da pesquisa clicando aqui:

Related posts

Leave a Comment